Soja em queda na CBOT com risco de demanda chinesa se retrair ainda mais

  • 18/04/2019
  • 4
  • Categoria(s): Soja |

O mercado aguarda novos sinais de progresso nas negociações comerciais entre os EUA e a China, o maior comprador global de soja, pois os preços já não reagem mais às especulações sobre... (Efetue o login ou cadastre-se para continuar lendo)

O mercado aguarda novos sinais de progresso nas negociações comerciais entre os EUA e a China, o maior comprador global de soja, pois os preços já não reagem mais às especulações sobre um possível acordo. Desde o início da guerra comercial em 2018, os embarques de soja dos EUA para a China despencaram e o mercado está ainda mais preocupado que a demanda chinesa por soja seja impactada negativamente pela epidemia de gripe que está atingindo granjas do país asiático.

Além disso, a grande safra de soja esperada na América do Sul, com a recuperação da Argentina após a campanha anterior afetada pela seca, projeta um panorama de árdua competição no mercado de exportação da oleaginosa.

O USDA informou as vendas semanais de soja dos EUA para exportação em 382.100 tons para 2018/2019, aumento de 41% em relação à semana anterior, mas caíram 46% em relação à média anterior de 4 semanas. Foram notificados aumentos para destinos desconhecidos (170.600 tons), Coreia do Sul (48.700 tons), Indonésia (46.600 tons), Japão (45.700 tons) e Colômbia (23.100 tons). As reduções foram para a Costa Rica (1.500 tons). Para 2019/2020, as vendas líquidas de 21.100 tons foram para o México (19.600 tons) e para a Indonésia (1.500 tons).

TABELA AFNEWS DE PREÇOS DA SOJA EM GRÃO, ÓLEO E FARELO NA CBOT





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo