Destaques da Economia (23 a 27/11): Mesmo com avanços das vacinas, economia mundial ainda teme impactos da Covid-19

  • 27/11/2020
  • 0
  • Categoria(s): Notí­cias Populares |

Economia Brasileira

O novo avanço do coronavírus alimenta temores de uma nova recessão mundial, o que aumenta a pressão sobre bancos centrais e governos para que deixem de lado outras preocupações e tomem mais medidas para estimular a demanda. Mesmo com o otimismo em relação as vacinas contra a Covid-19 com o seu lançamento para dezembro, a distribuição generalizada levará meses e o aumento de casos recentes da doença, criam mais temor sobre os impactos negativos do vírus contra a economia mundial. Veja também os destaques da economia brasileira e balança comercial.


Patrocinado

Economia Brasileira

Cotação do Dólar: No fechamento de quinta-feira (05), o preço do dólar registrou uma variação positiva diária em 0,28% sendo cotado a R$ 5,335. Na variação semanal, o indicador apresentou alta de 0,41% tendo em vista que a moeda americana estava cotada a R$ 5,313 a uma semana. Nesta manhã de sexta-feira (27), às 10h00 o dólar operava a R$ 5,33.

País cria 395 mil vagas formais em outubro: A economia brasileira gerou 394.989 empregos com carteira assinada em outubro, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quinta-feira (26). O número de empregos formais criados em outubro de 2020 é o maior registrado na série histórica, que começa em 1992. Foi o quarto mês seguido em que as contratações com carteira assinada superaram as demissões. Dos cinco grandes grupamentos de atividades econômicas, quatro tiveram saldo positivo no emprego em outubro. O principal foi o setor de serviços, que abriu 156.766 novas vagas. No comércio foram criados 115.647 postos; na indústria, 86.426; na construção, 36.296.

Petrobras irá reduzir investimentos em 27%: A Petrobras anunciou que reduzirá 27% do seu orçamento para investimentos nos próximos cinco anos. O plano prevê investimentos de US$ 55 bilhões entre 2021 e 2025, ante os US$ 75 bilhões do orçamento anterior. Cerca de 84% dos aportes serão destinados à exploração e produção de petróleo. A meta de produção para 2025, de 3,3 milhões de barris de óleo e gás, é 5% inferior à do plano aprovado em 2019 — queda que, segundo a Petrobras, reflete a venda de ativos de exploração e produção na Bacia de Campos.

Preços sobem até 15,7% antes da Black Friday: Um levantamento feito pelo site de comparação de preços JáCotei revelou que os preços de produtos antes da Black Friday subiram em média 5%, com alta de até 15,7%. A plataforma, que conta com 20 milhões de produtos em mil lojas, comparou ofertas entre os dias 27 de setembro e 18 de novembro. As mercadorias que registraram os maiores aumentos pré-Black Friday foram aparelhos de ar-condicionado (15,7%), climatizadores de ar (14,7%) e fritadeiras sem óleo (10,8%).

Agronegócio Brasileiro e Balança Comercial

Segundo dados da Secex (Secretaria de Comércio Exterior - Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços), disponibilizados na terça (24), na 3ª semana de Novembro de 2020, a balança comercial registrou superávit de US$ 0,936 bilhão e corrente de comércio de US$ 7,303 bilhões, resultado de exportações no valor de US$ 4,119 bilhões e importações de US$ 3,183 bilhões. No mês, as exportações somam US$ 12,579 bilhões e as importações, US$ 9,658 bilhões, com saldo positivo de US$ 2,921 bilhões e corrente de comércio de US$ 22,237 bilhões. No ano, as exportações totalizam US$ 186,726 bilhões e as importações, US$ 136,377 bilhões, com saldo positivo de US$ 50,348 bilhões e corrente de comércio de US$ 323,103 bilhões.

Nas exportações dos produtos agrícolas, a Secex informou que:

As exportações de café torrado contabilizaram um volume de 63,47 mil toneladas na terceira semana de novembro. O resultado foi 6,88% inferior ao da semana anterior. A média diária de embarque entre os dias 16 a 20 de novembro ficou em 12,69 mil tons.

soja em grãos obteve um volume de 307,0 mil de toneladas na terceira semana de novembro, com aumento de 137% ante a semana passada.  A média diária no período foi de 61,47 mil tons.

Na exportação do milho, a Secex informou a movimentação de 1,225 milhão de toneladas entre os dias 16 a 20 de novembro, com incremento de 10,20% no comparativo com a semana anterior. A média diária de embarques foi de 244,0 mil tons.

Economia Mundial

Nova recessão ameaça economia global apesar de avanço de vacinas: O novo avanço do coronavírus alimenta temores de uma nova recessão mundial, o que aumenta a pressão sobre bancos centrais e governos para que deixem de lado outras preocupações e tomem mais medidas para estimular a demanda.

Crescem as expectativas de que vacinas contra a Covid-19 estejam disponíveis já em dezembro, mas a distribuição generalizada levará meses e os casos voltam a aumentar em muitas grandes economias. Autoridades têm respondido com mais restrições para limitar a propagação do coronavírus às custas de uma atividade econômica mais fraca.

Economistas de Wall Street dizem agora que não demoraria muito para que as economias dos Estados Unidos, zona do euro e Japão encolham novamente neste trimestre ou no próximo, poucos meses depois de terem superado a recessão mais profunda em gerações.

Indicadores econômicos de dados de alta frequência da Bloomberg apontam para uma recessão dupla. Índices de manufatura da zona do euro divulgados na segunda-feira justificam essa preocupação, embora um indicador da atividade de empresas nos EUA tenha sido positivo.

Com isso, autoridades de política monetária ouvem pedidos de mais estímulos, mesmo quando bancos centrais já estão sobrecarregados. Enquanto isso, políticos dos EUA à Europa estudam o que podem e devem fazer com a política fiscal.

“Embora haja muita empolgação com o progresso do desenvolvimento de vacinas, não será a solução rápida que muitos esperam que seja”, disse o ministro de Comércio e Indústria de Cingapura, Chan Chun Sing. “Produzir doses suficientes, depois distribuir e vacinar uma população global significativa levará muitos meses, senão anos”, disse a repórteres na segunda-feira.

Existe a preocupação de que os bancos centrais tenham ficado sem espaço para agir de forma decisiva e que mesmo condições financeiras ainda mais frouxas não impulsionariam a economia. O Fundo Monetário Internacional está entre os que alertam que os preços elevados dos ativos indicam potencialmente uma desconexão com a economia real e, portanto, podem representar uma ameaça à estabilidade financeira.

“Há um excesso de poupança e uma escassez de investimento”, que é o principal problema das economias desenvolvidas, disse a ex-presidente do Fed, Janet Yellen, que deve ser indicada como secretária do Tesouro do presidente eleito Joe Biden.

“Precisamos ter uma política fiscal, uma política estrutural diferente de apenas depender dos bancos centrais para alcançar um crescimento saudável”, afirmou no New Economy Forum da Bloomberg na semana passada.

A China é a única grande economia que deve crescer em 2020, pois o controle do surto de coronavírus permitiu que as restrições fossem amenizadas meses atrás. Embora a recuperação chinesa liderada pelo comércio ofereça impulso ao mundo por enquanto, a China também é vulnerável à perspectiva global.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola.

Veja Mais
Destaques da Economia (11 a 15/01): Banco Mundial diz que economia mundial deverá expandir 4% em 2021
Fatores Climáticos: previsão indica chuvas no Centro-Oeste e temporais no Sudeste do país
Fatores Climáticos: chuvas seguem constantes no Nordeste e parte do Sul do país
Economia: Aumento de casos da Covid-19 no Brasil pode acelerar valorização do dólar, diz analista
Fatores Climáticos: Fim de semana terá temporais no Sul, Nordeste e parte do Centro-Oeste

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo