Arroz – Balanço Semanal: Distanciamento de compradores, provoca estabilização no preço do arroz

  • 01/10/2020
  • 2
  • Categoria(s): Mercado de Arroz |

Cotação do Arroz

O mês de setembro acumulou alta de 32% no preço médio do arroz no Indicador Cepea/Esalq. A maior demanda interna, associada a alta do dólar e necessidade de importação do cereal, acabaram por embalar a cotação do arroz no Brasil, que atingiu patamares recordes. No entanto, nesta reta final do mês, os indicadores acabaram registrando estabilidade, por conta do distanciamento dos compradores do mercado. Confira:


Patrocinado

Arroz Brasil

Após um longo período de seguidas valorizações semanais, o preço do arroz registrou uma queda de 1,09% ao produtor, ficando cotado à R$ 102,65/sc no Rio Grande do Sul. O mercado começa a demonstrar sinais que atingiu seu ponto mais elevado e que, a partir de agora, haverá uma ameno arrefecimento das cotações ao produtor.

Com a liberação da Tarifa Externa Comum (TEC) de 400 mil toneladas até o final de 2020 e com as paridades de importação abaixo dos preços internos, a expectativa é que mercado interno perda sustentação nos próximos meses.

Para outubro, é esperada uma maior entrada de arroz de terceiros mercados, com destaque para produto estadunidense, o que corroborará o cenário projetado.

No atacado, os preços apresentaram uma significativa valorização semanal, sendo esta é uma reação atrasada das intensas altas identificadas no mercado ao produtor nos últimos meses. É importante pontuar que recentemente foi realizado um estudo da transmissão de preços entre os três elos da cadeia produtiva do arroz (produto/atacado/varejo). Concluiu-se que os preços são fortemente relacionados entre o atacado e varejo, porém pouco relacionados entre produtor e atacado.

Balança Comercial do Arroz

Segundo dados do ComexStat para o mês de agosto, o Brasil exportou 213,0 mil toneladas (base casca) com uma média de preço de US$483,92/t para arroz polido. Sobre as importações, o volume contabilizado no mesmo período foi de 61,9 mil toneladas, sendo o Paraguai o principal país fornecedor com um preço médio de comercialização de arroz polido de US$ 387,56/t. Com isso, a balança comercial do grão apresenta, no acumulado da Safra 2019/2020 (março/20 à agosto/20), um superávit de 883,2 mil toneladas. Com a reversão projetada para os próximos meses no comportamento da balança comercial do arroz, projeta-se um superávit para o final da comercialização da Safra 2019/2020, entre março de 2020 e fevereiro de 2021, de 400 mil toneladas.

Arroz Mercado Externo

A concorrência com o arroz de melhor qualidade do Vietnã reflete em retração das cotações do arroz tailandês. Em meio a este cenário, o governo da Tailândia tem promovido pesquisas em busca da melhora da qualidade do produto local.

Sobre a produção tailandesa, a expectativa é de menor produção para o próximo ano, ainda reflexo da seca identificada no início de 2020.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola. 
 

 

Veja Mais
Arroz – Balanço Semanal: Distanciamento das beneficiadoras do mercado causa recuo nos preços do arroz
Arroz – Balanço Semanal: RS atinge 85% do previsto para semeadura de arroz
Arroz – Balanço Semanal: Segundo USDA, produção de arroz mundial deve se manter acima das 500 milhões de toneladas na Safra 2020/21
Arroz - Balanço Mensal: Mesmo com isenção de impostos no arroz importado, cereal fechou com leve alta nos preços em outubro
Arroz – Balanço Semanal: Rio Grande do Sul retoma ritmo de negócios, mas preços continuam estáveis

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo