Agronegócio: PIB agro cresce 5,26% no 1º semestre, a maior alta para o período

  • 23/09/2020
  • 1
  • Categoria(s): Notícias Agrí­colas |

Agronegócio Brasileiro

O PIB do agronegócio brasileiro cresceu novamente em junho, completando, assim, seis meses sucessivos de alta em 2020, de acordo com cálculos do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, realizados em parceria com a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil). Saiba mais:


Patrocinado

Diante disso, no balanço do primeiro semestre, o avanço do PIB chegou a 5,26%. Segundo pesquisadores do Cepea, esse aumento é o maior registrado pelo setor em um primeiro semestre, considerando-se toda a série histórica do PIB, iniciada em 1995.

Pesquisadores do Cepea indicam que o excelente resultado reflete principalmente a volumosa safra de grãos, o bom ritmo de comercialização no mercado doméstico, o intenso desempenho das exportações e os elevados preços reais para diversos produtos do setor.

Entre os segmentos do agronegócio, o único que recuou no acumulado do período foi o agroindustrial, segmento mais afetado pelos efeitos da covid-19. Embora a agroindústria de base pecuária também tenha sentido algum efeito da pandemia sobre os preços de seus produtos (sobretudo em maio, com forte recuperação já em junho), o impacto negativo mais acentuado da crise sanitária e econômica decorrente foi verificado para a agroindústria de base agrícola.

No outro extremo, a agropecuária (ou segmento primário) manteve destaque em crescimento no primeiro semestre do ano e impulsionou o PIB do agronegócio. No caso da agricultura, o bom resultado decorre da combinação de preços e produção em alta. Já para a pecuária, o principal impulso ao PIB relaciona-se aos preços elevados de boi gordo, ovos e suínos, já que a produção média da indústria pode recuar no ano, pressionada para baixo pela produção de bovinos para corte.

Os segmentos de insumos e de agrosserviços também cresceram no semestre. No primeiro caso, o PIB do segmento foi impulsionado pela maior produção de fertilizantes, defensivos e rações e também por maiores preços para as duas últimas atividades. No caso dos agrosserviços, o forte crescimento do PIB reflete, por um lado, a continuidade do abastecimento do mercado doméstico, apesar dos problemas logísticos e dos desafios impostos pela pandemia, e por outro, o excelente desempenho em termos de exportações.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola
 
 
Fonte: Cepea/Esalq.

Veja Mais
Agronegócio Brasileiro: Saldo comercial do agronegócio brasileiro bate recorde em 2020, aponta CNA
Defensivos Agrícolas: Países europeus demonstram preocupações com gergelim da Índia
Tecnologia Agrícola: Sistema é capaz de prever com uma semana de antecedência ocorrência de pragas
Agricultura de Precisão: Satélites vão ajudar a fazer mapeamento completo da produção de soja no Brasil
Bovinocultura: Sem pastagem e com ração cara, produtor de leite abate 30% do rebanho

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo