Destaques da Economia Brasileira (30/03 a 03/04): PIB Brasil tem risco de recuar em 2020. No mundo, COVID-19 já passa de 1 milhão de casos

  • 03/04/2020
  • 1
  • Categoria(s): Notícias Agrí­colas |

Economia Brasileira

Durante a semana o Brasil atingiu 8 mil casos de coronavírus no Brasil e mais de 300 mortes, elevando para 4,05% a taxa de mortalidade do covid-19 no país. O atraso no resultado de testes pode acentuar ainda mais os números da doença. Na economia, os impactos são inumeros e o PIB mundial e Brasil corre risco de recuar em 2020. No mundo, o coronavírus já atingiu mais de 1 milhão de pessoas, totalizando mais de 52 mil mortes. Confira:

Economia Brasileira

PIB brasileiro sofrerá contração em 2020, alerta ONU: A economia brasileira terminará 2020 com uma contração de seu PIB, minado pela pandemia do coronavírus. O alerta é da ONU que, em seu informe sobre a economia global, apontou para uma queda do PIB mundial de 0,9% no ano. No que se refere ao Brasil, o informe estima que o PIB do país sofrerá uma contração de pelo menos 0,3%. O resultado é mais negativo que a projeção anunciada pelo Banco Central (BC) que, na semana passada, zerou sua projeção de crescimento da economia brasileira em 2020. Inicialmente, o BC estimava uma expansão de 2,2%. Mas a revisão foi divulgada no Relatório de Inflação. Com a queda prevista pela ONU, o Brasil volta a registrar mais um ano de perda. Depois de uma queda de 3,5% do PIB em 2015 e 3,3% em 2016, a economia nacional registrou fracos desempenhos em 2017 e 2018, com uma expansão de apenas 1,3%. No ano passado, o crescimento do PIB ficou em apenas 1%. Uma expansão de 3% ocorreu apenas em 2013.

Por pandemia, 11% perdem o trabalho: Segundo levantamento realizado pela FSB Pesquisa para o banco BTG Pactual, a crise econômica no Brasil provocada pela pandemia do novo coronavírus já causou a perda de emprego para 11% das pessoas e obriga 69% a cortarem gastos na família – enquanto 56% devem atrasar o pagamento de dívidas. A demissão é maior entre os que ganham menos: 19% para os que têm renda familiar de até um salário mínimo, e só 1% para os que com renda familiar de mais de cinco salários mínimos. Ainda segundo a pesquisa, os cortes também atingiram mais as mulheres (15%) do que os homens (8%). Além disso, 43% disseram ter medo grande ou muito grande de perder emprego. O levantamento ouviu 2,1 mil brasileiros nos dias 26 e 27 de março.

Governo divulga plano para manter empregos: O governo detalhou os investimentos que serão feitos para manter empregos durante a crise do Covid-19 e financiar ações de saúde em estados e municípios no combate à pandemia. O montante estimado será de R$ 200 bilhões, incluindo o "coronavoucher", auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores prejudicados pela crise. Além disso, serão editadas outras três medidas provisórias: uma que permite aos patrões reduzir o salário dos funcionários em até 70%, com direito a seguro-desemprego; uma linha de crédito para que as empresas tenham condições de quitar salários de funcionários durante a crise; e a injeção de R$ 16 bilhões para ações de saúde nas cidades e unidades da federação. Os recursos liberados pela União representarão aproximadamente 2,6% do PIB brasileiro.

Coronavírus no Brasil

O Brasil contabilizava até às 22h40 de quinta-feira (02/04) mais de 8 mil casos confirmados de coronavírus no país, totalizando 327 mortes com uma taxa de mortalidade de 4,05%. Esse aumento nos índices de mortalidade se deve ao fato da falta de resultados de exames da covid-19 já realizados. Ao todo, até o dia de ontem eram 23 mil testes aguardando confirmação positiva ou negativa da doença.

Agronegócio e Balança Comercial

A Secex informou por meio do seu relatório semanal da balança comercial de que o agronegócio destinou ao mercado externo no mês de março um total de:

3,041 milhões sacas de café em grãos (aumento de 8,23% comparado com o resultado de fev/20);

11,644 milhões de toneladas de soja em grãos (acréscimo de 127,62% ante o total do mês anterior);

1,240 milhões de toneladas de açúcar em bruto (aumento de 10,77% comparado com o mês anterior);

494,6 mil toneladas de milho em grãos (aumento de 42,79% ante ao resultado de fev/20).

No mês, a exportação alcançou cifra de US$ 19,239 bilhões. Em relação a março de 2019, as exportações registraram queda de 4,7%, e em relação a fevereiro de 2020, diminuição de 3,8%, pela média diária.

As importações totalizaram US$ 14,525 bilhões. Sobre igual período do ano anterior, as importações apresentaram redução de 4,5%, e sobre fevereiro de 2020, queda de 10,4%, pela média diária.

Resultados Jan-Mar 2020

No acumulado de 2020, as exportações brasileiras apresentaram valor de US$ 50,095 bilhões. Sobre 2019, as exportações registraram queda de 3,7%, pela média diária, quando totalizou US$ 51,168.

As importações somaram US$ 43,960 bilhões, aumento de 2,6%, pela média diária, sobre o mesmo período do ano anterior, US$ 42,143 bilhões.

O saldo comercial acumulou superávit de US$ 6,135 bilhões, valor 33,1% inferior, pela média diária, ao alcançado em igual período de 2019, US$ 9,025 bilhões.

Economia Mundial

Economia mundial pode contrair 11% no 1º semestre de 2020: O diretor executivo da BlackRock , Amer Bisat, afirmou nesta quarta-feira que a economia mundial pode contrair 11% no primeiro semestre de 2020 e perder 6 trilhões de dólares em termos de produção econômica devido à pandemia do coronavírus. “Para colocar isso em contexto, será pior do que a contração que vimos em 2008, será pior do que aquela que as pessoas estimam que aconteceu durante a gripe espanhola (1918)”, disse Bisat. “Não será tão ruim quanto a Depressão Global (de 1930), que é uma contração significativamente pior, mas certamente será o segundo pior choque econômico que já vimos em todo o mundo.” A BlackRock é a maior gestora de ativos do mundo.

Número de casos confirmados de novo coronavírus no mundo passa de 1 milhão: O número de casos confirmados de Covid-19 no mundo superou a marca de 1 milhão na última quinta-feira (2), conforme levantamento da Universidade Johns Hopkins (Estados Unidos). O total de mortos pelo novo coronavírus Sars-Cov-2, segundo o estudo, passa de 52 mil. Os diagnósticos da nova doença explodiram no último mês: em 2 de março, o mundo registrava cerca de 92 mil casos. Ou seja, o número de registros de Covid-19 aumentou quase 1.000% em 31 dias. Entretanto, o número real de casos pode ser bem maior porque nem todos são diagnosticados e reportados. Por isso, a Organização Mundial de Saúde (OMS) tem reforçado a necessidade de testar o máximo de pessoas possível.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola. 
 

Veja Mais
Defensivos Agrícolas: Ativos biológicos serão inclusos no próximo Plano Agrícola e Pecuário do Brasil
Fertilizantes Agrícolas: Indústria de fertilizantes espera atrair investimentos para o Brasil
Economia: Dólar opera abaixo dos R$ 5,50 e vai às mínimas desde abril com mercado ainda repercutindo vídeo ministerial
Melhoramento Genético: A cultura do trigo e suas particularidades para avanços em pesquisas
Agronegócio Brasileiro: Desempenho do agronegócio na pandemia sustenta exportações brasileiras

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo