Agronegócio: Temendo boicote nas atividades, pecuaristas criam associação “sustentável”

  • 28/11/2019
  • 4
  • Categoria(s): Notícias Agrí­colas |

Notícias agrícolas

Esse ano a imagem do agronegócio brasileiro, especialmente da atividade da pecuária está sendo bastante ameaçada por conta do aparecimento de “Fake News” que tem assolado o setor e que tem causado certa insegurança e reprovação por parte dos consumidores mais preocupados com os impactos ambientais. Por este motivo, alguns pecuaristas da região do Araguaia no Mato Grosso, criaram uma entidade para mostrar a realidade da atividade agropecuária brasileira e mostrar a integração entre lavoura, pecuária e floresta.

Nos últimos meses, notícias polêmicas relacionadas às atividades agrícolas do Brasil e às queimadas da Amazônia circularam na internet do mundo todo, causando um impacto bastante negativo para o agronegócio brasileiro. Esse cenário que muitas vezes foi criado com notícias falsas, sem nenhum embasamento técnico-científico, acabou acarretando cancelamento nas importações de carne bovina e produtos da agricultura brasileira, resultando em um forte prejuízo econômico, além dos danos à imagem do País no exterior.

Para combater as chamadas “Fake News” e aproximar os consumidores da realidade do campo, alguns pecuaristas da região do Araguaia, em Mato Grosso, se mobilizaram em uma entidade para mostrar a integração entre lavoura, pecuária e floresta.

O objetivo principal dos criadores de gado, foi em criar uma associação nacional para gerar valor à pecuária sustentável.  Fundamentada pela empresária Vivien Suruagy, os pecuaristas querem provar que a atividade integrada à lavoura e à floresta é altamente sustentável, não poluidora, e pode dar valor à cadeia da carne.

Suruagy é engenheira civil e atua também no setor de telecomunicações. Além disso, por estar à frente da Associação Brasileira de Produtores de Carne Carbono Neutro e Baixo Carbono (ABCNN), acabou tendo a ideia de reunir um grupo de pecuaristas para combater o preconceito ao produtor brasileiro, em um momento que as questões ambientais estão nos holofotes. Há um forte temor do setor de sofrer boicotes de países importadores, sobretudo da Europa.

Viviven diz que “o objetivo da associação, é mostrar que essas diversas mentiras que estão sendo faladas sobre o Brasil são cercadas por interesses econômicos, mas que não correspondem à realidade”. Se referindo às acusações dos países europeus de que os agricultores brasileiros são responsáveis pelo desmatamento ilegal da Amazônia.

A empresária reconhece que há práticas ilegais, especialmente de grileiros e de parte do setor, mas que os pecuaristas que adotam práticas sustentáveis não podem ser penalizados por isso. Vale ressaltar que grandes nomes do agronegócio já se manifestaram sobre este assunto e que reforçam que agricultores/pecuaristas que agem de má fé, realizando as atividades agropecuárias de maneira ilegal, devem ser tratados como criminosos ambientais e devem responder por esta ação de dolo ao meio ambiente.

Criada em setembro, a entidade está, neste momento, preparando seu plano estratégico de atuação, e deve começar a arregimentar pecuaristas que se identificam com as práticas sustentáveis. “Queremos mostrar para o mundo que nós preservamos, não somos poluidores.”

Ainda durante os debates e polêmicas sobre os incêndios da Amazônia, o deputado federal Arnaldo Jardim, do Cidadania, conseguiu aprovar na Câmara, o PL 312/2015 (Projeto de Lei), proposto pelos deputados Rubens Bueno e Arnaldo Jordy, cujo objetivo é de premiar as ações voltadas à preservação do meio ambiente.

Arnaldo Jardim afirmou que “O Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) abre caminho para que se reconheçam boas práticas ambientais e sejam assim remuneradas”. E, ainda complementou que “O desafio será agora no Senado. Estamos batalhando para que a aprovação ocorra ainda este ano”. Esse incentivo acaba por aumentar as chances em se preservar o meio ambiente e também, em reforçar o quanto vale a pena preservar.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola.

Conteúdo baseado no texto “Temendo boicote ao agronegócio, pecuaristas criam associação sustentável”, produzida e veiculada por Estadão Conteúdo.

Veja Mais
Defensivos Agrícolas: STF suspende portaria que muda regra para registro de agrotóxicos
Destaques da Economia Brasileira (30/03 a 03/04): PIB Brasil tem risco de recuar em 2020. No mundo, COVID-19 já passa de 1 milhão de casos
Agricultura de Precisão: viticultura de precisão pode maximizar o potencial produtivo do vinho
Fertilizante Agrícola: Relação de troca entre fertilizantes e soja volta a melhorar
Economia: Dólar avança e se aproxima de R$ 5,25 com sinais do impacto da crise de saúde

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo