Produtores paranaenses: prazo termina em 30 de novembro, para atualização cadastral de animais

  • 21/11/2019
  • 3
  • Categoria(s): Notí­cias Populares |

Sistema Faep

Faltam nove dias para o encerramento do prazo de atualização cadastral de rebanho em todo o Paraná. A meta da campanha é atingir 244,8 mil propriedades. Portanto, os produtores rurais que detêm animais de qualquer espécie, bovinos, búfalo, ovelhas, cabras, suínos, cavalos, jumentos, mulas, aves e peixes, para fins comerciais precisam fazer o cadastro, pelo site da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) (http://www.produtor.adapar.pr.gov.br/comprovacaorebanho), ou nas Unidades Locais da Adapar, Escritórios de Atendimento do Município e sindicatos rurais.

A atualização é um procedimento obrigatório, conforme estabelecido no Decreto Estadual 12.029/2014, e que era feito para o rebanho bovino e bubalino no período da vacinação contra a febre aftosa. Com a suspensão da vacinação, o processo semestral de atualização se estende para outros produtores de animais.

Segundo a Adapar, a medida ajuda a garantir a transparência, principalmente ao setor pecuário ,e auxilia com controles de trânsito do Estado. Na avaliação do gerente de Saúde Animal, Rafael, Gonçalves Dias, a responsabilidade da Defesa Agropecuária deve ser  compartilhada por todos. “Cada um deve fazer sua parte, tanto a iniciativa privada, setor público, universidades e a sociedade como um todo, para que a vigilância e controle sanitário dos animais sejam adequados e o Paraná se mantenha como destaque na agropecuária do País”, afirma.

Segundo o órgão, o produtor que não atualizar no prazo ficará impossibilitado de movimentar seus animais, estando, inclusive, sujeito à multa.  

A instrução normativa que proíbe o uso e a comercialização da vacina contra febre aftosa no Paraná, foi assinada pela  ministra da Agricultura, Tereza Cristina, em outubro. A campanha  estadual de vacinação foi substituída pela de cadastramento obrigatório do rebanho, com fortalecimento da defesa agropecuária.

Considerando que a subdivisão do Paraná esteja distribuída em 20 Unidades Regionais de atuação da Adapar, as regionais que apresentaram  índices mais baixos são: Londrina, Campo Mourão e Curitiba. Em contrapartida, em melhor situação são: Dois Vizinhos, Guarapuava e Francisco Beltrão.

*com informações da AEN


Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola.

 

Veja Mais
Destaques da Economia Brasileira (25 a 29/05): Dólar registra alta após sete dias consecutivos de queda. Economia global mostra primeiros sinais de recuperação
Economia global mostra primeiros sinais de recuperação diante da pandemia
Destaques da Economia Brasileira (18 a 22/05): Dólar fecha a R$ 5,58 registrando a menor cotação em 20 dias
Economia Brasileira: Bolsonaro e governadores vetam aumento de salário a servidores públicos. Ibovespa vai a 83 mil pontos e dólar tem forte queda
Destaques da Economia Brasileira (10 a 14/05): No ano, dólar já subiu 45% e Banco Central já não sabe mais como atuar

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar