Soja tem surtos de Helicoverpa armigera já no início do desenvolvimento da safra 19-20

  • 14/11/2019
  • 3
  • Categoria(s): Notí­cias Populares |

soja

Os estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Goiás, puseram em alerta produtores e pesquisadores da região por conta da incidência de ataques da lagarta Helicoverpa armígera observados logo após a semeadura da soja nos últimos dias. A praga possui rápida proliferação e já causou prejuízos bilionários no cultivo da soja brasileira.

A Helicoverpa armígera é um tipo de lagarta considerada uma praga para as cultura da soja, milho, algodão e feijão. O inseto se alimenta principalmente das folhas das plantas, reduzindo a sua área foliar, o que interfere diretamente na assimilação de fotossíntese. Sua proliferação é rápida, o que preocupa mais ainda os produtores, já que os prejuízos são altos em caso da impossibilidade de controle da praga.

Atualmente, os produtores dos estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás, tem informado a pesquisadores e engenheiros agrônomos da região sobre os surtos que estão ocorrendo da infestação da Helicoverpa armígera em lavouras da soja, especialmente em Chapadão (MS) e Primavera do Leste (MT).

A recomendação-chave feita por agrônomos ao produtor, neste momento, é realizar corretamente o monitoramento de lavouras e identificar a necessidade de controle da praga pela aplicação de produtos específicos.

Para a pesquisadora da Fundação MT, Lucia Vivan, no estágio em que se encontram as lavouras neste momento, é possível controlar à Helicoverpa com base na aplicação de baculovírus ou defensivos agrícolas biológicos. “Temos um tempo ainda porque a soja está no início. Mas é importante ao produtor monitorar suas áreas e concluir, adiante, se haverá necessidade de incorporar inseticidas químicos ao manejo com baculovírus”, reforça a entomologista.

O pesquisador Guilherme Almeida Ohl, da Ceres Consultoria em Primavera do Leste, entende que os baculovírus constituem nos dias de hoje “os melhores inseticidas que temos, porque depois de eliminar às lagartas eles espalham vírus na lavoura e assim controlam outras gerações de pragas”. Ohl é outro pesquisador a crer que no atual estágio vegetativo da soja, o controle da Helicoverpa pode ser feito somente pela aplicação de baculovírus.

Ele observa, porém, que os baculovírus só não cresceram mais entre as opções de manejo do produtor, até hoje, pela deficiência na logística de distribuição e acesso do mercado aos produtos. Para a australo-americana AgBiTech, maior fabricante de baculovírus do mundo, há quatro anos no Brasil, a solução a esses entraves está bem encaminhada por meio de investimentos na ampliação da oferta e na entrega contínua de alta tecnologia na área.

“Na safra passada nossos baculovírus trataram 500 mil hectares, marca relevante para esses insumos no Brasil”, ressalta Marcelo Giuliano, diretor comercial da AgBiTech. Conforme Giuliano, a expectativa é que na safra 2019-20 os baculovírus da empresa – hoje um total de seis produtos – atinjam à histórica marca de 2 milhões de hectares tratados. “Investimos fortemente para ser o principal player do setor no Brasil”, enfatiza Adriano Vilas Boas, gerente geral da AgBiTech na América Latina.

O pesquisador Germison Tomquelski, da Fundação Chapadão, informa que tem sido comum, na região do Chapadão, a presença da Helicoverpa na fase inicial de plantio. Mesmo assim, assinala ele, o controle da praga é uma medida necessária em face dos prejuízos que ela pode trazer ao produtor.

“Os baculovírus têm funcionado muito bem, eliminando inicialmente às lagartas. Foi uma quebra de paradigma a chegada e o posicionamento desses produtos. Eles já se encaixam entre as ferramentas de manejo do produtor brasileiro”, assinala Tomquelski. O pesquisador destaca ainda que diante das atuais condições climáticas do Mato Grosso do Sul, com alguns dias com chuva e outros não, os surtos de lagartas tendem a ser mais intensos no Estado.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola.

 

Conteúdo baseado no texto “Soja tem surtos de Helicoverpa armigera já no início do plantio da safra 19-20”, produzida por Fernanda Campos e veiculada pela Revista Cultivar.

Veja Mais
Destaques da Economia (13 a 17/07): Agronegócio segue sustentando o PIB brasileiro com bons indicadores nas exportações
Destaques da Economia (06 a 10/07): Ibovespa se recupera e bate 100 mil pontos, mas aumento de casos de covid-19 limitam a alta
Destaques da Economia (29/06 a 03/07): Recuperação na produção industrial em maio, minimiza o pessimismo da economia brasileira
Destaques da Economia (22 a 26/06): Segunda onda de disseminação do coronavírus volta a alarmar a economia mundial
Previsão do Tempo: nova frente fria provoca chuva com trovoadas e ventania

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo