Destaques da Economia Brasileira e Internacional (de 12 a 18/10)

  • 18/10/2019
  • 5
  • Categoria(s): Notícias Agrí­colas |

Economia Brasileira

Durante os últimos dias o IBGE divulgou duas pesquisas com resultados negativos para a economia brasileira. Um deles foi a redução do número de empresas ativas no Brasil nos últimos 10 anos e também, sobre o aumento da desigualdade social no país. A balança comercial registrou superávit de US$ 444 milhões e a Secex divulgou também, que houve aumento nas exportações do milho na segunda semana de outubro e que a média diária dos primeiros 9 dias úteis do mês é de 314,33 mil tons.  No mercado externo o presidente Donald Trump dos USA se pronunciou dizendo que o acordo parcial com a China na semana passada está em fase de formalização, mas que a decisão final será realizada somente após um encontro direto com o presidente chinês, Xi Jinping.

Economia Brasileira

Secretário da Economia diz acreditar que a economia brasileira poderá crescer entre 2,5% a 3% no próximo ano. Adolfo Sachsida, secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, responsável pela área das previsões oficiais do governo referente ao crescimento, relatou essa semana que embora a previsão oficial do crescimento da economia para 2020 esteja projetado em 2,17%, acredita que esse número pode chegar a 3%. Sua justificativa é que com a liberação dos saques do FGTS e a reforma da previdência, os fatores possam causar impactos positivos além dos esperados.

Uma pesquisa do IBGE levantou os dados sobre as empresas ativas no Brasil e o resultado foi que o país possui o menor número de empresas desde o ano de 2009. Há 10 anos, o Brasil possuía 4.268.930 empresas ativas. Em 2017, último ano analisado pelo IBGE o registro foi de 4.458.678. Desde o ano de 2013 que as empresas no mercado tem fechado com saldo negativo e 2014, foi considerado o pior ano, quando 217.687 empresas fecharam.

O IBGE também divulgou nos últimos dias a Pesquisa Nacional por Amostra de Domícilio referente a diferença de rendimentos entre os mais ricos e os mais pobres, onde se constatou que a desigualdade social no Brasil cresceu. De 2017 para 2018, o rendimento dos 10% mais pobres caiu 3,2% ficando em média R$ 153,00. Já o dos 1% mais ricos tiveram aumento de 8,4% ficando em R$ 27.774,00. Essa metologia cálcula a diferença de rendimentos entre o 1% mais rico e os 50% mais pobres. O resultado da pesquisa, que bateu o recorde dos últimos anos no quesito da desigualdade, foi provocado principalmente pela recessão do mercado de trabalho.

Agronegócio e Balança Comercial

O mercado de exportação do milho tem apresentado bons resultados no volume destinado ao exterior no mês de outubro. Na segunda semana do mês, divulgados pela Secex na última segunda-feira as exportações totalizaram 1,515 milhões de toneladas. No Acumulado do mês o volume já é de 2,829 milhões de toneladas, correspondendo a uma média diária de 314,33 mil tons.

A Secex informou ainda que registrou 1,63 milhão de toneladas nas exportações de soja, com um volume diário de 181,1 mil toneladas e o no total de valores arrecadados U$ 593,4 mil de dólares.

A balança comercial registrou superávit de US$ 444 milhões e corrente de comércio de US$ 8,043 bilhões na segunda semana de outubro de 2019, resultado de exportações no valor de US$ 4,244 bilhões e importações de US$ 3,799 bilhões. No mês, as exportações somam US$ 7,552 bilhões e as importações, US$ 6,781 bilhões, com saldo positivo de US$ 770 milhões e corrente de comércio de US$ 14,333 bilhões. No ano, as exportações totalizam US$ 174,757 bilhões e as importações, US$ 140,370 bilhões, com saldo positivo de US$ 34,388 bilhões e corrente de comércio de US$ 315,127 bilhões.(SECEX).

A média das exportações da 2ª semana chegou a US$ 848,7 milhões, 2,6% acima da média de US$ 827,0 milhões da 1ª semana, em razão do aumento nas exportações de produtos manufaturados (+20,4%, de US$ 253,1 milhões para US$ 304,7 milhões, em razão de gasolina, máquinas e aparelhos para terraplanagem, etanol, óleos combustíveis, automóveis de passageiros) e básicos (+1,1%, de US$ 441,7 milhões para US$ 446,7 milhões, por conta de minério de ferro, minério de cobre, petróleo em bruto, carne bovina, minério de manganês). (SECEX).

Mercado Internacional

Nesta semana o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, celebrou o anúncio referente ao cessar-fogo no norte da Síria. Trump declarou que esta era uma grande conquista e um grande dia para os Estados Unidos, Turquia e os curdos.

As últimas negociações que tiveram interferência dos norte-americanos trouxeram resultados e os curdos, afirmou Trump, estavam contentes com a solução, já que há cinco dias havia um cessar-fogo.

A Turquia havia anunciado o cessar-fogo na última quinta-feira, pedindo que as tropas das forças curdas se retirassem da região e que se isso fosse realmente efetivado, possivelmente essa medida se tornaria definitiva.

Com relação a Guerra Comercial entre Estados Unidos e China, que teve na semana passada mais um episódio que resultou em um acordo comercial entre os dois países, Trump declarou esta semana que não deverá assinar qualquer acordo sem antes se reunir com o presidente Xi Jinping, da China.

Este encontro está para acontecer no Fórum da Apec no Chile. O Fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec), será realizados nos dias 11 a 17 de novembro em Santiago. O presidente dos Estados Unidos disse ainda que o acordo comercial parcial anunciado na última semana, está no preocesso de formalização.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola. 

Veja Mais
Defensivos Agrícolas: Ministério registra novos produtos biológicos compostos de microrganismos
Transporte de Cargas: Paradas de descansos em rodovias são certificadas pelo Governo
Fertilizantes Agrícola: Nitrato de amônio na agricultura
Agricultura de Precisão: Tecnologia é aliada no processo de semeadura
Melhoramento Genético: Pesquisas no estado do Paraná para o cultivo de lúpulo

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo