Café – Balanço Semanal: Boas expectativas da oferta de café para 2019/20 faz as cotações recuarem chegando a 5% de queda

  • 10/10/2019
  • 3
  • Categoria(s): Mercado do Café |

Café

O mercado do café arábica vem passando por um período de queda neste início do mês de outubro e o café conilon segue no mesmo ritmo. Ontem (09) as cotações fecharam novamente em queda e a variação mensal do café arábica já é de mais de 5% de desvalorização.

Café Arábica

Na última semana o preço médio da saca de café arábica ficou em R$ 435,79 com uma queda de 0,12% comparada a média da semana anterior, na variação mensal porém, do preço fechado no dia 04/09 os índices apresentaram recuo de 2,68% já logo na primeira semana do mês.

Já na semana atual, as cotações despencaram e ontem (09) os preços registraram queda de 5,24% na variação dos últimos 30 dias ficando em R$ 415,53/saca no Cepea/Esalq.

Café Conilon (Robusta)

Para o café robusta, a cotação média da última semana ficou em R$ 295,23/saca e mesmo fechando o dia 04/09 em queda de 1,21% na variação mensal e redução 1,62% na variação diária, a média de preços da semana ficou 0,86% a mais do que na semana anterior.

No dia de ontem, os preços do café fecharam com redução de 0,40% após uma alta registrada na terça de 1,17%. Sendo assim, a cotação ficou em R$ 287,36/saca e a variação mensal com desvalorização de 2,41%.

Boas expectativas da safra de café no Brasil ocasionaram as quedas

A queda provocada no mercado do café nos últimos dias, ocorreu por conta das boas expectativas da oferta de café para a safra 2020/21 que registrou novas floradas nos últimos dias em diversas regiões do Brasil, principalmente nas maiores regiões produtoras, como Espírito Santo, Minas Gerais, Regiões de Mogiana (SP) e no Noroeste do Paraná.

Esse fator otimista e favorável ao desenvolvimento da cultura, associado ao volume de chuvas que caiu nos últimos dias nas regiões produtoras de café, pressionaram os preços para baixo, não só no Brasil, mas também no mercado externo, onde a Bolsa de Nova Iorque registrou ontem (09) por seu quarto dia consecutivo a desvalorização do grão.

IBGE estima redução da produção da café em 3,5% na safra 2019/20

Embora o mercado do café esteja operando as cotações em queda por conta das boas projeções da safra 2020/21 do café do Brasil, maior produtor de café mundial, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou hoje  (10) que a produção do café no Brasil para a safra 2019/20 foi reduzida em 3,5% ficando em 50,3 milhões de sacas de 60 kg.

Essa nova revisão nos resultados da safra atual de café, que inclusive já teve foi colhida, a projeção é de um recuo de 16% na produção de café do Brasil em comparação com 2018, quando a bienalidade do café foi positiva e o ciclo era de alta do café arábica.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola.

Veja Mais
Café – Balanço Semanal: Preços continuam em queda por conta de previsão de maior oferta
Café – Balanço Semanal: Preço do café no Brasil segue despencando influenciado pela cotação do mercado externo
Café – Balanço Semanal: Queda nos preços fazem produtores se afastarem do mercado
Balanço Anual do Café 2019
Café – Balanço Semanal: Cotação segue disparada tanto no mercado interno, quanto no externo

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo