Algodão: indicador recua mais de 5% em junho, veja também o que esperar do mercado do algodão para os próximos dias

  • 05/07/2019
  • 9
  • Categoria(s): Notícias Agrí­colas |

Cotação do Algodão

O mês de junho foi marcado pela espera da entrada efetiva de algodão da nova safra 2018/19 no spot.  Os agentes de indústrias aguardaram maior oferta nos próximos meses e, consequentemente, preços menores, este é o relato do Cepea/Esalq. Nesse cenário, as compras realizadas durante o mês no mercado spot do algodão envolveram pequenos volumes, para atender à necessidade imediata...

Por esta razão, os vendedores, foram flexíveis nas negociações em relação ao preço do algodão em seus pedidos, porém, os compradores ofertavam valores ainda menores, o que fez com que o mercado do algodão operasse em queda durante todo o mês de junho.

Conforme relatório divulgado pelo Cepea dia 03/07, os cotonicultores consultados aproveitaram essa lentidão no mercado para se dedicarem às atividades no campo e ao desenvolvimento das lavouras. Apesar do ritmo lento de colheita ao longo do mês, assim como beneficiamento, produtores alegam estar com boa parte da produção comprometida em contratos.

Como resultado, entre 31 de maio e 28 de junho, o indicador do algodão em pluma Cepea/Esalq, com pagamento em 8 dias, caiu 5,45% e, no acumulado ano (de 28 de dezembro a 1º de julho), a baixa é de 11,11%.

Clique aqui para ver os gráficos referente ao balanço mensal de junho/19 do preço do algodão spot e preço do algodão em pluma com o prazo de 8 dias de acordo com os dados do Cepea.

Nesta primeira semana de julho, houve um pequeno aumento de 0,36% no dia 01/07 para a venda do algodão em pluma com prazo de 8 dias e o índice ficou em R$ 2,7252/lp conforme os indicadores do Cepea. Ao longo da semana houveram pequenas oscilações e ontem 04/07 o preço ao final do dia foi registrado em R$ 2,7228/lp. No mercado spot a cotação ontem terminou em R$ 2,7072/lp.

No mercado internacional do algodão, o preço também recuou os mesmos 5%. Para o produto exportado a cotação média mensal em junho ficou em US$ 66,14/lp, em maio a média do mês havia ficado em US$ 69,59/lp. O preço médio da tonelada de algodão exportada em junho ficou de US$ 1.847,20, ante US$ 1.826,20 no mês de maio/19.

Nesta semana a cotação inicial no dia 01/07 ficou em US$ 65,62/lp registrando queda já no inicio de julho, no entanto, na terça as cotações tiveram avanço de 1,34% fechando em US$ 66,50/lp. Hoje dia 05/07 a NYBOT estava operando em 66,32 centavos de dólar por libra peso as 15:43h.

Em relação à quantidade exportada em junho para o exterior, o volume atingiu 8,8 mil toneladas, resultando num recuo de 37,1% ante as 14 mil toneladas destinadas ao exterior em junho de 2018. A receita do Brasil ficou em US$ 16,3 milhões com o embarque da pluma em junho, que reflete num percentual 36,1% menor aos US$ 25,5 milhões registrado em junho do ano anterior (Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços). Em comparação ao mês de maio/19, as exportações do algodão em volume caíram 52,4% e 51,8% em receita.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola.

Veja Mais
Produtores devem manter excelente nível de rentabilidade, diz Agroconsult
Agricultura de Precisão: Lucro da Deere sobe 70% no 4º tri fiscal de 2021, para US$ 1,28 bilhão
Meteorologia prevê maior volume de chuva para metade Norte do país
Fornecimento de fertilizantes da Rússia traz segurança, diz Conab
Conab reduz produção de cana-de-açúcar do Brasil em 2021/22 devido a geadas e estiagem

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo