Notícias Agrícolas - AF News

Última atualização: 16/8/2018 - Atualizado em 02/10/2013h46

Exportação semanal da soja nos EUA cai 68% e preços da oleaginosa são pressionados à baixa

Confira, com exclusividade, a Tabela AFNews de preços da soja na CBOT!

De AF News Análises

Por Maíra Laskoski


Os futuros de soja declinam na quarta-feira (15) na Bolsa de Chicago, uma vez que a disputa comercial entre os EUA e a China não mostra sinais de redução, e a produção norte-americana da nova safra foi estimada com novo aumento.


CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR A TABELA AFNEWS DE PREÇOS DA SOJA NA CBOT

A produção de soja foi estimada pelo USDA em 124,81 milhões de tons, ante 117,27 milhões de tons no relatório de julho, ultrapassando o Brasil e colocando os EUA em primeiro lugar no pódio de produção mundial. Os estoques estão projetados em  21,36 milhões de tons de soja, acima da previsão anterior de 15,78 milhões de tons e das estimativas do mercado em 17,36 milhões de tons.

Na quarta feira (15), o dólar atingiu um pico de 13 meses de valorização, o que despertou preocupações sobre as perspectivas de exportação dos estoques americanos.

E a guerra comercial EUA-China permanece com o ponto de interrogação remanescente sobre o futuro das exportações de soja dos EUA para a China, o que aumentou a pressão baixista sobre os preços da oleaginosa.

Nesta semana, as vendas líquidas de 133.400 tons de soja para 2017/2018 caíram 68% em relação à semana anterior e 52% em relação à média anterior de 4 semanas. Aumentos foram reportados para o Irã (133.500 tons), os Países Baixos (108.600 tons), Peru (19.900 tons), Colômbia (18.200 tons) e Indonésia (18.000 tons). As reduções foram para destinos desconhecidos (205.500 tons) e China (3.000 tons). Para a safra 2018/2019, foram reportadas vendas líquidas de 571.600 tons, sendo estas para destinos desconhecidos (373.200 tons), México (102.000 TM), Turquia (30.000 tons) e Canadá (20.000 tons).
veja também
informativo - assinatura
O cadastro é rápido, fácil e você passa a ter acesso a
benefícios exclusivos: Receber as diversas newsletters,
comentar as materias publicadas e balanços semanais.