Notícias Agrícolas - AF News

Última atualização: 15/5/2018 - Atualizado em 02/10/2013h46

Preços favoráveis aos produtores brasileiros de soja devem se manter, mesmo diante de recorde nacional de produção

Apesar do aumento da produção nacional de soja, e da projeção do Brasil ultrapassar os EUA em produção de soja, os preços ainda são favoráveis aos produtores brasileiros. Confira o que tem sustentado os preços!

De AF News Análises

Por Maíra Laskoski

A CONAB estimou a safra brasileira de soja 17/18 em 116,9 milhões de tons, chegando ao fim nos campos brasileiros com recorde de produção, após registrar 114,1 milhões de tons na safra anterior.

O Brasil já é o maior exportador de soja do mundo, e a expectativa é de que na safra 18/19 o Brasil se torne o maio produtor de soja do mundo, ultrapassando os EUA. O próprio USDA estimou em seu último relatório a safra 18/19 de soja no Brasil em 117 milhões de tons, contra 116,5 milhões de tons nos EUA.

No Brasil ainda não há estimativa oficial para a safra 18/19, que iniciará no segundo semestre de 2018.

Apesar do aumento da produção nacional de soja, os preços ainda são favoráveis aos produtores, a saca de 60kg de soja está sendo vendida no Paraná na média de R$76,00/sc. Em São Paulo a soja está sendo negociada com preço médio de R$74,25/sc, no Rio Grande do Sul em torno de R$76,36/sc e em Santa Catarina preço médio de R$76,83/sc.

O indicador ESALQ/Cepea cotou a soja em alta nesta segunda-feira 14/05, no Paraná o preço BM&F Bovespa com negociações em torno de R$85,82/sc e em Paranaguá R$80,57/sc.

Além da quebra da produção argentina de soja, a possível taxação chinesa sobre a soja americana tem favorecido os preços da oleaginosa no Brasil.

Mesmo diante de uma produção nacional maior, o cenário de demanda interna e externa, com redução na oferta global, é favorável á manutenção dos preços.

Portanto, a boa cotação da soja no mercado nacional pode continuar a ser sustentada pelo maior interesse externo pelo grão, podendo gerar oferta mais justa do grão no segundo semestre de 2018 no Brasil.
veja também
informativo - assinatura
O cadastro é rápido, fácil e você passa a ter acesso a
benefícios exclusivos: Receber as diversas newsletters,
comentar as materias publicadas e balanços semanais.