Notícias Agrícolas - AF News

Última atualização: 27/6/2018 - Atualizado em 02/10/2013h46

Câmara discute projeto que propõe a redução do uso de agrotóxicos

O principal objetivo da PNaRA é incentivar a produção de alimentos...

De AF News Análises

Após a aprovação do Projeto de Lei (PL) 6299/2002 na Comissão Especial da Câmara dos Deputados na última segunda-feira (25/6), segue em discussão em outra Comissão Especial  o PL 6670/2016, que institui a Política Nacional de Redução de Agrotóxicos (PNaRA) e é visto pelos ambientalistas como um “antídoto” ao primeiro projeto aprovado.

O principal objetivo da PNaRA é incentivar a produção de alimentos sem defensivos, através de ações que contribuam para a redução progressiva do uso de agrotóxicos na produção agrícola com ampliação da oferta de insumos de origens biológicas e naturais, os chamados bioinseticidas.

O projeto também propõe a atualização, a cada três anos, dos registros de agrotóxicos em uso, a criação de um banco de dados de monitoramento da eficiência agronômica, efeitos adversos, dados de intoxicação e referências técnicas sobre o ingrediente ativo em processo de reavaliação e a proibição do uso de agrotóxicos nas proximidades de moradias, escolas recostos hídricos, áreas ambientalmente protegidas e áreas de produção agrícola orgânica.

Outra ponto abordado pelo PL é sobre a isenção de impostos aos agrotóxicos. O texto determina a eliminação de subsídios, isenções e outros estímulos econômicos, financeiros, tributários e fiscais aplicáveis na importação e comercialização de defensivos. Em contrapartida, o projeto prevê medidas de apoio econômico para fortalecer os seguimentos produtivos de insumos limpos, agroecológicos, orgânicos e de controle biológico.

Nesta terça-feira (26), a comissão que trata do PL 6670/2016 ouviu especialistas em saúde e meio ambiente para discutir o texto.
Fonte: Revista globo rural
veja também
informativo - assinatura
O cadastro é rápido, fácil e você passa a ter acesso a
benefícios exclusivos: Receber as diversas newsletters,
comentar as materias publicadas e balanços semanais.