Notícias Agrícolas - AF News

Última atualização: 20/4/2017 - Atualizado em 02/10/2013h46

Estudo da Farsul aponta que Funrural é 49,9% mais caro

No caso da soja, o valor da contribuição previdenciária é 94,7% superior ao desconto sobre a folha de pagamento

De AF News Análises

Fonte: Revista Globo Rural

Um levantamento realizado pela Assessoria Econômica do Sistema Farsul (Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul) aponta que o pagamento de Contribuição Previdenciária Rural (Funrural) é 49,9% maior do que a opção de recolhimento sobre a folha de pagamento. O estudo concluiu que o valor é superior no caso do milho (78%) e soja (94,7%).

Segundo a entidade, o estudo será apresentado pelo vice-presidente da Farsul, Gedeão Pereira, nesta quarta-feira (19/4), em uma reunião na Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). A CNA se posicionou a favor do Supremo Tribunal Federal (STF) quando o órgão decidiu considerar constitucional a cobrança do Funrural sobre o faturamento das propriedades.

Os cálculos da assessoria econômica da Farsul mostram que apenas o trigo, “que está com preços em baixa, apresentou vantagem no percentual sobre a comercialização”. O formato de cobrança sobre faturamento também não indica vantagem nas pecuárias de corte e de leite
“Enquanto no leite a diferença é de 2,9%, na bovinocultura chega a 36,3%. O resultado está diretamente ligado ao fato da agricultura ser hoje uma atividade intensamente ligada em capital e não mais em mão-de-obra, revertendo o quadro dominante do século passado”, diz o estudo.

"A contribuição previdenciária baseada no faturamento significa pagar sobre o trabalho das máquinas ou ter uma visão antiga do cenário rural"

Farsul

Os técnicos da Farsul explicam que atualmente o maquinário sofisticado e de alta tecnologia realiza o trabalho pesado, exigindo menos trabalho humano. A pesquisa aponta que a contribuição previdenciária baseada no faturamento significa pagar sobre o trabalho das máquinas ou ter uma visão antiga do cenário rural. A Farsul contesta judicialmente, desde 2010, a constitucionalidade da Contribuição Previdenciária Rural.
veja também
informativo - assinatura
O cadastro é rápido, fácil e você passa a ter acesso a
benefícios exclusivos: Receber as diversas newsletters,
comentar as materias publicadas e balanços semanais.