Notícias Agrícolas - AF News

Última atualização: 27/5/2016 - Atualizado em 02/10/2013h46

Resumo do Mercado de Fertilizantes, Quadrimestre 2016

As entregas de fertilizantes ao consumidor final encerraram o mês de abril de 2016 com 1.573 mil toneladas, registrando expressiva alta de 13,7% em relação ao mesmo período de 2015

De AF News Análises

As entregas de fertilizantes ao consumidor final encerraram o mês de abril de 2016 com 1.573 mil toneladas, registrando expressiva alta de 13,7% em relação ao mesmo período de 2015, quando foram entregues 1.383 mil toneladas. Já para o quadrimestre analisado, a elevação foi de 8,2% alcançando 7.548 mil toneladas, contra 6.977 mil toneladas do primeiro quadrimestre de 2015. O total de nutrientes (NPK) entregues também apresentou relevante aumento, da ordem de 8,0% atingindo 3.241 mil toneladas.
 
Em nutrientes, as entregas de fertilizantes nitrogenados (N) apresentaram alta de 6,9% no quadrimestre janeiro/abril 2016, atingindo 1.242 mil toneladas, contra 1.162 mil toneladas do mesmo período de 2015, em função do aumento da demanda para milho safrinha e café.

Os fertilizantes fosfatados (P2O5) apresentaram alta de 2,4% nas entregas de janeiro/abril 2016 em relação ao mesmo período do ano anterior, alcançando 879 mil toneladas, revertendo a queda observada no trimestre anterior. Fator marcante para tal reversão, foi o início das entregas para cultura da soja relativa a safra 2016/2017.

Nos fertilizantes potássicos (K2O), foi registrado alta de 14,1%, passando de 982 mil toneladas em 2015 para 1.120 mil toneladas em 2016, resultado do aumento da demanda para milho safrinha, café e início das entregas para soja safra verão.

O Estado do Mato Grosso concentrou o maior volume de entregas do quadrimestre analisado, atingindo 1.519 mil toneladas, seguido do estado de Paraná com 1.029 mil toneladas, Minas Gerais com 972 mil toneladas, São Paulo com 963 mil toneladas e Goiás com 900 mil toneladas.

A produção nacional de fertilizantes intermediários no acumulado de janeiro- abril/2016 alcançou de 2.711 mil toneladas, contra 2.913 mil toneladas do mesmo período de 2015, representando redução de 6,9%, reflexo ainda das paradas programadas para manutenção. Foram registradas reduções nas produções dos fertilizantes nitrogenados de 6,2%, dos fosfatados de 8,0% e aumento dos potássicos de 1,6%.

As importações de fertilizantes intermediários (dados preliminares) alcançaram 5.654 mil toneladas no período de janeiro-abril/2016, indicando aumento de 3,5% em relação ao mesmo período de 2015, quando foram descarregados pelos portos brasileiros 5.464 mil toneladas. Enquanto os fertilizantes nitrogenados e potássicos, registraram respectivamente altas de 12,4% e 4,7%, os fosfatados registraram queda de 12,1%.

Pelo porto de Paranaguá, a principal porta de entrada dos fertilizantes, foram importadas 2.289 mil de toneladas, ou seja, redução de 15,8% em relação a igual período de 2015, e que representou 40,5% do total importado por todos os portos.

Fonte ANDA
veja também
informativo - assinatura
O cadastro é rápido, fácil e você passa a ter acesso a
benefícios exclusivos: Receber as diversas newsletters,
comentar as materias publicadas e balanços semanais.