Notícias Agrícolas - AF News

Última atualização: 06/12/2016 - Atualizado em 02/10/2013h46

Vendas de máquinas despencam 25% no Brasil em novembro

A queda era esperada, pois a maior parte dos produtores rurais brasileiros já comprou as máquinas que precisava para esta safra

De AF News Análises

Queda já era esperada pela indústria, que se surpreende com resultado no acumulado do ano Cassiano Ribeiro As vendas de máquinas agrícolas voltaram a esfriar no mês de novembro, conforme dados divulgados nesta terça-feira (06/12) pela Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Segundo a entidade, 3.603 máquinas foram entregues pela indústria ao mercado brasileiro, baixa de 25,2% em relação a outubro, quando foram vendidas 4.814 unidades.

A queda era esperada, levando em consideração que maior parte dos produtores rurais brasileiros já comprou as máquinas que precisava para esta safra, que deve superar as 200 milhões de toneladas, disse Antonio Megale, presidente da Anfavea.

O executivo ainda destacou que o resultado de novembro está 61,3% acima do número registrado em igual mês do ano anterior, quando 2.234 máquinas foram vendidas no país. No acumulado do ano, o saldo atual surpreende. “Os resultados estão acima da nossa previsão, que era fechar o ano com 38 mil máquinas agrícolas vendidas e chegamos a novembro com um número de 38.800 unidades. Nós subestimamos o mercado de máquinas agrícolas. Tivemos o melhor novembro desde 2013”, reconheceu Megale.

Nas exportações, os dirigentes da Anfavea também subestimaram o potencial do mercado de maquinários agrícolas. Com as vendas de 1.283 unidades para outros países em novembro (64,5% acima do registrado em outubro), o setor superou a meta de exportação estimada para 2016, que era de pouco mais de 8 mil unidades. De janeiro a novembro, 9.097 máquinas deixaram o Brasil. “novembro foi o melhor mês do ano para exportação de máquinas”, disse Megale.

Fonte: Revista Globo rural
veja também
informativo - assinatura
O cadastro é rápido, fácil e você passa a ter acesso a
benefícios exclusivos: Receber as diversas newsletters,
comentar as materias publicadas e balanços semanais.