Notícias Agrícolas - AF News

Última atualização: 08/10/2018 - Atualizado em 02/10/2013h46

Índice dólar amplamente em alta; Euro pressionado em baixa

O dólar subia frente a uma cesta de moedas, impulsionado pelos dados econômicos sólidos dos EUA, que sustentaram as expectativas de mais...

De AF News Análises

O dólar subia frente a uma cesta de moedas, impulsionado pelos dados econômicos sólidos dos EUA, que sustentaram as expectativas de mais aumentos graduais da taxa pelo Federal Reserve até o final deste ano e além disso.

O índice dólar, que mede a força da moeda frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, tinha alta de0,22% para 95,52 às 4h27, após atingir a maior alta em seis semanas de atingindo 95,78 na semana passada.

O Departamento do Trabalho informou que a taxa de criação de empregos desacelerou acentuadamente em setembro, provavelmente devido aos efeitos do furacão Florence, enquanto a taxa de desemprego caiu para seu nível mais baixo em quase 50 anos.

As expectativas de uma política monetária mais rígida estimularam uma liquidação nos títulos do Tesouro na semana passada, impulsionando o rendimento do título com vencimento em 10 anos para um pico de sete anos na sexta-feira. O aumento dos rendimentos do Tesouro americano ajudaram o dólar a ganhar contra a maioria de seus principais pares na semana passada.

Movimentos permaneceram dominados na segunda-feira em meio a liquidez com mercados financeiros no Japão e o de títulos americano, fechados por causa de feriados.

O dólar permanecia estável frente ao iene, com o par USD/JPY cotado a 113,78, após atingir uma alta de 114,52 na semana passada, a maior desde novembro de 2017.

O euro caía alcançando a mínima de um mês e meio na semana passada, com o par EUR/USD caindo 0,23%, para 1,1498.

A moeda única permaneceu em desvantagem em meio a preocupações de que os planos de gastos do governo italiano pudessem desencadear outra rodada da crise na dívida do país.

A opinião sobre o euro também foi atingida por dados mostrando que a produção industrial alemã declinou inesperadamente em agosto, pelo terceiro mês consecutivo.

A libra estava bem mais fraca, com o par GBP/USD recuando 0,34% para 1,3072 e o par EUR/GBP subindo 0,19% para negociação a 0,8796 em meio à incerteza sobre que tipo de acordo a Grã-Bretanha garantirá antes de sua saída da União Européia.



Fonte: Money Times.

veja também
informativo - assinatura
O cadastro é rápido, fácil e você passa a ter acesso a
benefícios exclusivos: Receber as diversas newsletters,
comentar as materias publicadas e balanços semanais.