Notícias Agrícolas - AF News

Última atualização: 10/7/2018 - Atualizado em 02/10/2013h46

Dólar tem leve queda frente ao real com cena externa

Em um dia marcado por certa tranquilidade, o dólar tinha leve queda ante o real nesta terça-feira....

De AF News Análises

SÃO PAULO (Reuters) - Em um dia marcado por certa tranquilidade, o dólar tinha leve queda ante o real nesta terça-feira, de olho na cena externa e após feriado em São Paulo na véspera que manteve o mercado de câmbio praticamente parado.

Como pano de fundo, permanecia a cena política local a poucos meses das eleições presidenciais de outubro e o imbróglio jurídico do fim de semana que envolveu a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Às 11:57, o dólar recuava 0,64 por cento, a 3,8438 reais na venda, depois de ter fechado na sexta-feira em baixa de mais de 1,5 por cento. O dólar futuro caía 0,60 por cento.

“O mercado parece não estar se preocupando muito com o que aconteceu com o ex-presidente, mas está todo mundo de olho nos próximos capítulos”, afirmou o operador de câmbio da corretora H.Commcor, Cleber Alessie Machado.

Depois de vaivém que durou praticamente todo o domingo passado, o presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), Carlos Eduardo Thompson Flores, decidiu acatar recurso do Ministério Público Federal e manteve a prisão de Lula, pré-candidato do PT à Presidência e tido pelo mercado como alguém menos comprometido com o ajuste fiscal.

Antes da decisão de Thompson Flores, o desembargador Rogerio Favreto, responsável pelo plantão do TRF-4, chegou a determinar por três vezes que Lula fosse solto.

No exterior, o dólar tinha leve alta ante uma cesta de moedas e algumas moedas de países emergentes, como o peso chileno, num dia marcado por relativa tranquilidade diante do cenário de guerra comercial global.

O Banco Central brasileiro ofertou e vendeu integralmente 14 mil swaps tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares, para rolagem dos contratos que vencem em agosto, no total de 14,023 bilhões de dólares.

Com isso, rolou o equivalente a 4,2 bilhão de dólares do total que vence no próximo mês. Como tem feito recentemente, o BC não anunciou intervenção extraordinária no mercado de câmbio para este pregão, por enquanto.

“Não vejo motivos para o BC voltar a atuar. Não há necessidade de intervenção agora”, afirmou Machado.

Fonte: Reuters
veja também
informativo - assinatura
O cadastro é rápido, fácil e você passa a ter acesso a
benefícios exclusivos: Receber as diversas newsletters,
comentar as materias publicadas e balanços semanais.