Notícias Agrícolas - AF News

Última atualização: 26/7/2017 - Atualizado em 02/10/2013h46

Dólar opera em leve alta, de olho em decisões sobre juros nos EUA e Brasil

Dólar opera em leve alta, de olho em decisões sobre juros nos EUA e Brasil

De AF News Análises

O dólar opera em leve alta ante o real nesta quarta-feira (26), com o mercado à espera das decisões sobre os juros dos bancos centrais dos Estados Unidos e do Brasil mais tarde.
Às 10h09, a moeda norte-americana subia 0,12% frente ao real, vendida a R$ 3,1712. Veja a cotação do dólar hoje.
Juros nos EUA e no Brasil
Nesta quarta, o Federal Reserve, banco central norte-americano, tem reunião novamente e as expectativas do mercado são de que os juros serão mantidos. O mercado monitora o rumo dos juros nos EUA porque, se as taxas subirem por lá, o país se torna mais atrativo para investidores, o que motivaria uma tendência de alta do dólar em relação a moedas como o real.
"O mercado deve permanecer em compasso de espera até o anúncio do Fed", avaliou a corretora Coinvalores em relatório matinal.
Internamente, a política monetária também está no radar. O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central divulga mais tarde a nova Selic, com expectativas gerais de que manterá o ritmo de corte de 1 ponto percentual, o que levará a taxa básica de juros a 9,25% ao ano e abaixo de dois dígitos pela primeira vez desde 2013.
Aumento de impostos suspenso
Os investidores também continuam de olho no cenário fiscal do país, após a suspensão do aumento dos impostos sobre combustíveis pela Justiça. O governo recorreu da decisão e argumentou que, sem essas receitas, a máquina pública pode ser afetada.
Na véspera, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que não há, no momento, decisão de alterar a meta fiscal para o ano, de déficit primário de R$ 139 bilhões. Segundo ele, se a alta de impostos sobre combustíveis for vetada em definitivo pela Justiça, o governo buscará outros impostos para repor as perdas.
O BC realiza nesta sessão novo leilão de até 8,3 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares, para a rolagem dos contratos que vencem em agosto.
Última sessão
Na terça-feira (25), a moeda subiu 0,63%, vendida a R$ 3,1674. No mês e no ano, o dólar acumula queda de 4,39% e 2,53% sobre o real, respectivamente.

Fonte: G1
veja também
informativo - assinatura
O cadastro é rápido, fácil e você passa a ter acesso a
benefícios exclusivos: Receber as diversas newsletters,
comentar as materias publicadas e balanços semanais.