Notícias Agrícolas - AF News

Última atualização: 18/6/2018 - Atualizado em 02/10/2013h46

Brasileiro cria máquina de café movida a Bitcoin

Ricardo Reis, um empresário brasileiro, criou uma máquina de café movida a ...

De AF News Análises

Ricardo Reis, um empresário brasileiro, criou uma máquina de café movida a Bitcoin, na tentativa de mostrar que a criptomoeda tem sim diversos casos de uso em potencial.

Um vídeo que mostra a máquina de café em ação foi inicialmente compartilhado com o grupo Bitcoin Brasil no Facebook. A máquina é ativada quando uma quantidade específica de Bitcoin é enviada para uma carteira conectada à ela.

A “cafeteira” tem um QR code que permite que usuários em potencial enviem fundos e paguem por algum café. O pagamento, como explica o empreendedor por meio de um post no Medium, avisa um dispositivo conectado à Internet que aciona o mecanismo da máquina.

Falando com o Portal do Bitcoin, Reis observou que profissionalmente ele não trabalha com criptomoedas, mas que ele é um bitcoiner que vem “usando a principal criptomoeda do mercado como investimento desde 2016”. A máquina de café, ele disse, foi criada para que ele pudesse aprender mais.

Reis foi citado dizendo:

“Desenvolvi o dispositivo que aciona a máquina de café com uma transação de Bitcoin apenas para estudo e diversão. Lidar com tecnologia, para mim, além de trabalho, é um hobby. Minha intenção não era criar algo para eu explorar comercialmente, eu queria simplesmente explorar a capacidade da tecnologia e mostrar para outras pessoas como o BTC é ‘dinheiro programável’.”

A máquina em si não usa a Lightning Network (LN) do Bitcoin, embora Reis tenha observado que planeja criar uma usando a tecnologia em breve. Ele observou, no entanto, que ele tem um site no qual é possível usá-la para pagar por café fake e outros produtos, para que ele possa apenas testar a tecnologia.

Fonte: Criptomoedas
veja também
informativo - assinatura
O cadastro é rápido, fácil e você passa a ter acesso a
benefícios exclusivos: Receber as diversas newsletters,
comentar as materias publicadas e balanços semanais.